quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

EXAME DE SUFICIÊNCIA

Comunicação CFC

No período de 10 de janeiro a 11 de fevereiro de 2011 estarão abertas as inscrições para a primeira edição do Exame de Suficiência da área contábil, que será realizada no dia 27 de março, na mesma data e horário em todo o Brasil - das 8h30 às 12h30, horário de Brasília-DF. O detalhamento das informações sobre o processo de inscrições e as normas para a realização das provas estão no edital Exame de Suficiência nº 01/2010, publicado hoje (29/11) pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) no Diário Oficial da União. O Exame será aplicado duas vezes ao ano, segundo a Resolução CFC nº 1.301/2010.

O Exame de Suficiência foi instituído pela Lei nº 12.249/2010, que alterou o artigo 12 do Decreto-Lei nº 9.295/46. De acordo com a nova redação, esse artigo estabelece que os profissionais contábeis somente poderão exercer a profissão mediante os seguintes requisitos: conclusão do curso de Bacharelado em Ciências Contábeis ou de Técnico em Contabilidade, aprovação em Exame de Suficiência e registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Para a aplicação da primeira edição de 2011, o CFC contratou a Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC). O Exame será constituído de duas modalidades de provas: uma para bacharéis em Ciências Contábeis e outra para técnicos em contabilidade. Segundo o Edital, somente poderão se inscrever no Exame candidatos que tenham efetivamente concluído os cursos.

As inscrições deverão ser efetuadas no site da FBC (http://www.fbc.org.br/) e dos Conselhos Regionais de Contabilidade de cada estado. A taxa de inscrição é de R$ 100,00.

As cidades e os locais de realização das provas serão informados aos candidatos até o dia 25 de fevereiro de 2011, por meio do sistema de inscrição. O Edital especifica que o CFC, se não houver número suficiente de candidatos nas cidades constantes do local de inscrição, poderá mudar a realização das provas para cidades vizinhas.

Entre as normas estabelecidas no Edital para a realização das provas, consta que será permitido o uso de máquina calculadora, desde que o modelo não possua sistema de armazenamento de texto. As provas serão compostas, cada uma, por 50 questões objetivas, valendo um ponto cada item. Será considerado aprovado o candidato que acertar, no mínimo, 50% do total das questões.

As áreas abrangidas nas provas são:

Para técnico em contabilidade: Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Noções de Direito, Matemática Financeira, Legislação e Ética Profissional, Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade e Língua Portuguesa Aplicada.

Para bacharel em Ciências Contábeis: Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Contabilidade Gerencial, Noções de Direito, Matemática Financeira e Estatística, Teoria da Contabilidade, Legislação e Ética Profissional, Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade, Auditoria Contábil, Perícia Contábil, Controladoria e Língua Portuguesa Aplicada.

Os detalhamentos dos conteúdos programáticos estão publicados nos sites do CFC (link abaixo), da FBC e dos CRCs. Também serão divulgados nesses sites, no prazo de até 20 dias após a data de realização das provas, os gabaritos das questões objetivas.

A relação dos aprovados no Exame de Suficiência será publicada, até 60 dias depois da data das provas, no Diário Oficial da União. A contar dessa publicação, os aprovados terão o prazo de dois anos para requererem, no CRC, o registro profissional.

Veja o edital completo, o detalhamento dos conteúdos programáticos e a Resolução CFC nº 1.301/2010.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

CURSO “DEPARTAMENTO DE PESSOAL”

CURSO “DEPARTAMENTO DE PESSOAL”


No sábado, dia 06 de novembro, das 08h30min. às 16h00min. foi realizado o curso “Departamento de Pessoal”. Assim, como no primeiro curso, que ocorreu no dia 30 de outubro, sobre “Matemática Financeira com uso da HP12C”, muitos alunos participaram (aproximadamente 35). Desta vez o curso foi realizado no laboratório de informática trazendo mais “prática” para os alunos. O curso foi ministrado pela Karina Frazzon, profissional da área. Contou também com apoio do coordenador Ms. Paulo A. Lapini a professora Ms.Ana Larissa A.Santana e o apoio logístico das alunas Raquel e Karina.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

REVISTAS ELETRÔNICAS PARA CONSULTA

Já está disponível no Blog do Jornal da Contábil do Centro Universitário Moura Lacerda a Base Atena. Esse indexador de revistas eletrônicas da área de Ciências Contábeis e afins oferece a possibilidade aos Contadores, Técnicos em Contabilidade, Acadêmicos, Estudantes, e ao Público em Geral, de obter, em um único portal, acesso aos periódicos científicos em Contabilidade e Gestão. Dessa maneira, o público interessado terá acesso a fontes confiáveis de pesquisa, sem custos e de forma conveniente. A Base Atena conta com os periódicos Pensar Contábil do CRCRJ, Brazilian Business Review BBR (da FUCAPE), Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, Sociedade, Contabilidade e Gestão da FACC/UFRJ) e muitos outros periódicos. Confira!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

CURSO HP 12 C




CURSO “MATEMÁTICA FINANCEIRA APLICADA A HP12C”


No sábado, dia 23 de outubro, das 08h30m às 16h00h foi realizado o curso “Matemática Financeira aplicada a HP 12C”. O curso foi uma iniciativa da aluna Raquel, da turma C7 e ministrado pelo aluno Lucas Lira, que trabalha com palestras há algum tempo. Contou também com apoio do coordenador Paulo Lapini. Participaram do curso cerca de 20, alunos que aprovaram bastante o desenvolvimento do curso. A taxa de inscrição foi de R$ 10,00 e deu direito a material didático (apostila) e um delicioso coffee break. O próximo curso será realizado no dia 06 de novembro, sábado, sobre Departamento Pessoal, com o uso do laboratório de informática e ministrado pela aluna Karina Franzon, da turma C7. Agradecemos, desde já, a Raquel, Lucas e Karina pela iniciativa! A supervisão dos cursos está sob responsabilidade da Profa. Ana Larissa A. Santana.

PALESTRA ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS


ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS


No dia 13 de outubro foi realizada a palestra “Entidades sem fins lucrativos”, com foco na disciplina “Contabilidade no Terceiro Setor”. A palestra foi realizada pela Sra. Delvita Pereira Alves, da Delegacia Regional de Assistência Social de Ribeirão Preto, que, além de explicar sobre o assunto e apresentar casos de entidades, solicitou ajuda na divulgação às empresas, pelos contabilistas, sobre a destinação de seus impostos para projetos e ações sociais.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

CONTÁBEIS MOURA LACERDA MARCA PRESENÇA NO SIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES COC.


No dia 21 de outubro de 2010 aconteceu o III Simpósio de Iniciação Científica das Faculdades COC, com a apresentação de alunos de diversas faculdades de Ribeirão Preto e Região. Como não poderia deixar de ser, os alunos do curso de Ciências Contábeis do Moura Lacerda marcaram presença. A aluna Helena Krauss, da turma C7, orientada pela Profa. Ms. Ana Larissa Alencar Santana, apresentou o pôster de sua pesquisa financiada pelo Programa de Bolsistas de Iniciação Científica da Moura Lacerda com o título de a Lei nº. 11.638/07 e suas consequências na formação profissional do contabilista – UM ENFOQUE NA EDUCAÇÃO CONTINUADA.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

EXAME DE SUFICIÊNCIA

A partir do dia 1º de novembro de 2010, os profissionais de Contabilidade que desejarem se registrar ou restabelecer o registro nos CRCs (Conselhos Regionais de Contabilidade) deverão se submeter e serem aprovados no Exame de Suficiência, instituído pela Lei nº 12.249/2010 e regulamentado por meio da Resolução do CFC (Conselho Federal de Contabilidade) nº 1.301, de 17 de setembro de 2010.
A data do primeiro Exame de Suficiência está marcada para o dia 29 de março de 2011. O Exame será composto por uma prova para os Técnicos em Contabilidade e outra para os bacharéis em Ciências Contábeis e terá 50 questões objetivas de múltipla escolha, com a possibilidade de serem incluídas perguntas dissertativas. A segunda edição do Exame de Suficiência deverá acontecer em setembro de 2011. Para ser aprovado, o profissional deverá acertar, no mínimo, 50% das questões.
As áreas de conhecimento exigidas dos Técnicos em Contabilidade são: Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Noções de Direito, Matemática Financeira, Legislação e Ética Profissional, Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade e Língua Portuguesa.
Aos profissionais com curso superior em Ciências Contábeis serão fundamentais conhecimentos nas áreas requeridas aos Técnicos em Contabilidade e mais os seguintes itens: Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Contabilidade Gerencial, Controladoria, Teoria da Contabilidade, Auditoria Contábil, Perícia Contábil e Matemática Financeira e Estatística.
Segundo Luiz Fernando Nóbrega, vice-presidente de Administração e Finanças do CRC SP, “o objetivo do Exame é valorizar ainda mais a profissão, uma vez que avaliará plenamente os conhecimentos adquiridos pelos Contabilistas nas faculdades ou nos cursos técnicos, colocando no mercado profissionais devidamente preparados para os desafios do mundo dos negócios”.
A documentação necessária para a obtenção do registro está relacionada no Portal do CRC SP
Fonte CRSCP

terça-feira, 19 de outubro de 2010

VIAGEM AO HOPI HARI


A Comissão de formatura do quarto período de Ciências Contábeis está promovendo para o dia 04 de dezembro próximo, uma viagem ao parque de diversões Hopi Hari.

Maiore sinformações podem ser obtidas no endereço eletrônico abaixo:

Contatos: Angélica - e-mail: ogamapires@yahoo.com.br

Mateus - e-mail: chamoca_stz@yahoo.com.br

terça-feira, 14 de setembro de 2010

A Mensuração dos Elementos das Demonstrações Contábeis.


Existem várias maneiras pelas quais os contadores podem mensurar o patrimônio das entidades, tais como pelo Custo Histórico, Custo Corrente, Valor Realizável (valor de realização ou de liquidação) e Valor presente. Apesar da variedade de opções, todas têm um único objetivo: saber quantificar o Patrimônio e o Lucro das Empresas. Mesmo com o Pronunciamento do Comitê de Pronunciamento Contábil (CPC), que trata da Estrutural Conceitual para a elaboração e apresentação das demonstrações contábeis, esse conceito parece não ter sido alterado.

A base de mensuração mais comum e utilizada pela classe contábil é o Custo Histórico (Custo Como Base de Valor).

Segundo Eliseu Martins (Avaliação de Empresas: da Mensuração Contábil à Econômica, disponível em: http://www2.ifes.com.br), a Estrutura Conceitual da Contabilidade, como hoje ainda prevalecente, tem como um de seus pilares o Princípio do Custo Como Base de Valor (ou o Princípio do Registro pelo Valor Original). O alicerce fundamental da adoção desse conceito do Custo Histórico está no seu vínculo ao fluxo de caixa das transações ocorridas. Conforme cita o CPC, Pronunciamento do CPC Custo histórico. Os ativos são registrados pelos valores pagos ou a serem pagos em caixa ou equivalentes de caixa ou pelo valor justo dos recursos que são entregues para adquiri-los na data da aquisição, podendo ou não ser atualizados pela variação na capacidade geral de compra da moeda. Os passivos são registrados pelos valores dos recursos que foram recebidos em troca da obrigação ou, em algumas circunstâncias (por exemplo, imposto de renda), pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa que serão necessários para liquidar o passivo no curso normal das operações, podendo, também, em certas circunstâncias, ser atualizados monetariamente.

Saber se essa é a melhor mensuração não temos certeza, mas, segundo o professor Eliseu, precisamos dominar mais essas concepções todas, dado que muito daquilo que se diz e escreve contra a Contabilidade, como ainda praticada, é, pelo menos na em opinião, por falta dessa visão integral e abrangente que realmente mostra toda a complementaridade existente entre elas. Precisamos ter às mãos análises de prós e contras de cada uma delas, a relação custo/benefício de nosso ponto de vista e, o mais importante, do ponto de vista do usuário, dado que esse precisa, praticamente, de todas elas. Antigamente, no mundo exclusivo do empresário/gestor, sem o sério problema da inflação, com preços específicos também bastante estáveis e economia com mudanças estruturais apenas a longo prazo, o Custo Histórico era único e extraordinariamente suficiente. No cenário atual, continua importante, mas com o decorrer do tempo o uso do Custo Corrente passou a ter uma maior importância e, em alguns casos, a precisar conviver com o anterior; hoje, no entanto, com preços específicos de certas matérias-primas e imobilizados muitas vezes declinantes, ele perde sua importância.

Luiz Augusto Gomes
Aluno do Curso de Ciências Contábeis
Centro Universitário Moura Lacerda
Fonte: www.cpc.org.br
Martins, Eliseu. Avaliação de Empresa: Da Mensuração Contábil à Economia http://www2.ifes.com.br

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Brasil está carente de contadores

Conselho Federal que regula a área aponta déficit de mão de obra qualificada, apesar dos 412 mil profissionais registrados.Apesar de contar com 412 mil profissionais registrados no CFC (Conselho Federal de Contabilidade), a área de ciências contábeis vive hoje um desafio: a falta de mão de obra qualificada no país.
A quantidade de formados, justifica o conselho, é insuficiente para atender à necessidade dos 5 milhões de empresas no Brasil.Segundo a vice-presidente do CFC, Maria Clara Cavalcante Bugarim, a taxa de empregabilidade de contadores é superior a 90%.
"O campo de trabalho é bastante vasto, e existe demanda em diversas áreas, como auditoria e controladoria", sinaliza.
Um levantamento da consultoria Manpower com 850 recrutadores de grandes empresas brasileiras dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná confirma a escassez. Pelo estudo, elaborado no primeiro trimestre de 2010, 64% das companhias indicaram dificuldade em ocupar vagas. O salário para quem preenche os requisitos pode variar de R$ 1.500 para trainee a R$ 20 mil para "controller", profissional que fornece informações financeiras para gestores.
Fonte: http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=45244,SUP&busca=BRASIL%20EST%C1%20CARENTE%20DE%20CONTADORES.&pagina=1

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Conselho federal ganha poder para cassar registro de contador

Os contadores e técnicos em contabilidade correm agora o risco de ter o registro profissional cassado. A penalidade foi instituída pela Lei nº 12.249, de 11 de junho, conversão da Medida Provisória nº 472, de 2009. Até então, a maior punição prevista era a suspensão do exercício da profissão pelo período de até dois anos. Se a medida estivesse valendo no ano passado, pelo menos 40 contabilistas poderiam perder o registro, a maioria por apropriação indevida de valores de clientes.

Em 2009, os 27 conselhos regionais de contabilidade (CRCs) do país julgaram 8.155 processos contra contadores, técnicos e empresas. Desse total, 2.328 foram analisados pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), por meio de recurso. E apenas 93 casos foram arquivados. Das 2.235 decisões mantidas, a maioria previa pena de multa, de uma a dez vezes o valor da anuidade da categoria (R$ 380 para pessoa física e de R$ 950 para pessoa jurídica), além de penalidade ética - advertência reservada, censura reservada e censura pública.

Agora, o Plenário do Tribunal Superior de Ética e Disciplina do CFC pode cassar profissionais que cometerem faltas graves. "Desde que a decisão seja homologada por dois terços dos julgadores", diz o presidente do CFC, Juarez Domingues Carneiro. De acordo com o artigo 76 da Lei nº 12.249, a penalidade está prevista para os casos de comprovada incapacidade técnica, crime contra a ordem econômica e tributária - como falsificação de balanço -, apresentação de falsa prova para a obtenção do registro profissional e apropriação indevida de valores de clientes.

Além da pena de cassação do registro, a Lei 12.249 trouxe de volta o exame de suficiência para os contabilistas. A prova, anteriormente prevista em resolução do CFC, chegou a ser aplicada para cerca de 150 mil candidatos, entre os anos de 2000 e 2004. Mas foi suspensa, depois de ser questionada por um profissional na Justiça. No último exame realizado, a taxa de reprovação foi de 27,5% para os contadores e de 59,2% para os técnicos. "O exame foi instituído com base em uma resolução do CFC, razão pela qual foi suspenso por liminar", afirma Carneiro.

Até o dia 30, os bachareis em ciências contábeis e os técnicos em contabilidade poderão requerer o registro profissional sem ter de se submeter ao exame de suficiência. Foi criada uma comissão no CFC para regulamentar o assunto. "Essa é uma antiga reivindicação da categoria. Valoriza a atividade, que se torna a cada dia mais complexa", diz o empresário José Maria Chapina Alcazar, presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e de Assessoramento no Estado de São Paulo (Sescon-SP), entidade que ajudou na elaboração e aprovação do texto sancionado.

Dois artigos da Lei 12.249 - 76 e 77 - alteram o Decreto-Lei nº 9.295, de 27 de maio de 1946, que criou o Conselho Federal de Contabilidade e definiu as atribuições do contador. E dão maior segurança jurídica a normas do órgão, entre elas a que lhe dá o poder de editar regras brasileiras de contabilidade de natureza técnica e profissional, um tema polêmico e que dividia a categoria. O texto ainda traz duas outras novidades: estabelece um índice de correção para a anuidade - o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA/IBGE) - e acaba com o registro profissional do técnico em contabilidade. Os conselhos regionais só poderão conceder registro aos profissionais que ingressarem com seus pedidos até 1º de junho de 2015.

Fonte: Valor Econômico
Arthur Rosa, de São Paulo

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Colação de Grau de Ciências Contábeis



A colação de grau para os formandos do primeiro semestre do ano 2010 do Curso de Ciências Contábeis, ocorrerá no dia 28 de julho ás 18horas no auditório Ilka de Moura Lacerda no Centro Universitário Moura Lacerda.

BRASIL ESTÁ CARENTE DE CONTADORES.

Conselho Federal que regula a área aponta déficit de mão de obra qualificada, apesar dos 412 mil profissionais registrados.
Apesar de contar com 412 mil profissionais registrados no CFC (Conselho Federal de Contabilidade), a área de ciências contábeis vive hoje um desafio: a falta de mão de obra qualificada no país. A quantidade de formados, justifica o conselho, é insuficiente para atender à necessidade dos 5 milhões de empresas no Brasil.
Segundo a vice-presidente do CFC, Maria Clara Cavalcante Bugarim, a taxa de empregabilidade de contadores é superior a 90%. "O campo de trabalho é bastante vasto, e existe demanda em diversas áreas, como auditoria e controladoria", sinaliza.
Um levantamento da consultoria Manpower com 850 recrutadores de grandes empresas brasileiras dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná confirma a escassez. Pelo estudo, elaborado no primeiro trimestre de 2010, 64% das companhias indicaram dificuldade em ocupar vagas. O salário para quem preenche os requisitos pode variar de R$ 1.500 para trainee a R$ 20 mil para "controller", profissional que fornece informações financeiras para gestores.
Fonte:http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdEdicao=1073&IdNoticia=45244

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Campanha do Agasalho 2010


Os agasalhos arrecadados na Campanha do Agasalho 2010, realizada pela Casa do Contabilista em parceria com o curso de Contábeis do Centro Universitário Moura Lacerda, foram entregues na manhã do dia 15 de junho ao Fundo Municipal de Solidariedade de Ribeirão Preto.
A doação foi recebida por Anna Lúcia Torres Soares, assessora da presidente do Fundo Social, Mara Regina Dias Canheo Pereira.
Legenda: José A. Picão, presidente da AESCON-RP, Anna Lúcia Torres, do Fundo Social, José Marcelo Corrêa, diretora da Regional do SESCON-SP e Paulo Alencar Lapini, coordenador do curso de Contábeis do C. U. Moura Lacerda.
Foto: Crédito: Roberto Galhardo

segunda-feira, 21 de junho de 2010


O aluno do Centro Universitário Moura Lacerda Ricardo Rocha de Azevedo foi homenageado pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo como o melhor aluno de Ciências Contábeis do Centro Universitário Moura Lacerda.
O evento ocorreu durante o jantar dos Contabilistas 2010 realizado no dia 14 de junho no Buffet Alphaville.

Ocorreu no dia 19 de junho na FEAUSP-Ribeirão Preto, a palestra dos Professores. Eliseu Martins e do vice-presidente de Fiscalização do CFC Sérgio Prado de Mello, cujo tema abordou aspectos das Normas Internacionais no contexto do ensino da Contabilidade.
Da esquerda para direita: Helena Krauss (Aluna Ciências Contábeis), Profa. Ana Larissa (Moura Lacerda), Profa. Maria Elisabeth M. C. Andrade (Universidade de Uberaba). Outros professores do Centro Universitário Moura Lacerda estiveram presentes, dentre eles o Prof. Sérgio da Silva Ignácio.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Campanha do Agasalho 2010


Em parceria com a Casa do Contabilista e o Conselho Regional de Contabilidade de Ribeirão Preto, o Curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário Moura Lacerda de Ribeirão Preto, está realizando a Campanha do Agasalho 2010.

As doações podem ser encaminhadas à coordenação do curso ou ao Núcleo de Ciências Contábeis.

terça-feira, 20 de abril de 2010

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Nivelamento em Custos


Alunos do quinto período do curso de Ciências Contábeis realizaram nivelamento em Custos.
O evento ocorreu sábado dia 10 de abril nas dependências do Centro Universitário Moura Lacerda.

Curso de Excel


Vários alunos foram premiados após a palestra, dentre elas a aluna do terceiro período de Ciências Contábeis, Marcela Sinastro.

Após o evento alunos e profissionais liberais tiraram dúvidas com o palestrante.

Palestra Fiscalização Eletrônica


Estreitando os laços de parceria com a Casa do Contabilista de Ribeirão Preto o curso de Contabilidade do Centro Universitário Moura Lacerda, e a participação da empresa Folhamatic, realizaram no dia 31 de março a palestra “O Impacto da Fiscalização Eletrônica na Sociedade. O palestrante foi o Senhor Adriano dos Santos, executivo da empresa Folhamatic. Participaram do evento contabilistas da cidade de Ribeirão Preto e alunos do curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário Moura Lacerda.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Helena a nossa representante



O Programa de Iniciação Científica (PIC) do Centro Universitário Moura Lacerda, desenvolvido pela Coordenadoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Educação Continuada, apóia a formação de novos pesquisadores nas mais variadas áreas do conhecimento, por meio de Bolsas de Iniciação Científica.
Atualmente, o PIC concede 20 bolsas contemplando os cursos de graduação de nossa Instituição em seus três campi: Ribeirão Preto (Sede), Ribeirão Preto (Campus) e Jaboticabal.
Formulado para o aluno de graduação, privilegia a participação dos discentes em projetos de pesquisa com qualidade acadêmica, mérito científico e orientação docente individual.
Helena Krauss do quinto período do curso de Ciências Contábeis, foi contemplada com uma das bolsas de inciação científica.
Nós, professores e alunos estamos orgulhosos de termos uma representante da contábil entre tantos concorrentes nesse processo, competência, esforço e iniciativa constituem a marca desta aluna. Parabéns Helena

sexta-feira, 19 de março de 2010

quarta-feira, 3 de março de 2010

Simulador de ações premiou estudantes


Os alunos que conseguiram as melhores classificações no simulador de ações do Núcleo de Finanças e Mercado de Capitais do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto, foram premiados nesta semana. Luiz Miguel Casiolato, do curso de Ciências Contábeis e Rafael Henrique Ganzela, do curso de Ciências Econômicas, receberam, respectivamente, um netbook e um iPod. Elias Costa da Silva, que ficou com o terceiro lugar, ganhou um curso gratuito na TBC/Gradual Investimentos.
Uma parceria firmada, em 2009, entre o Centro Universitário e a empresa TBC/Gradual Investimentos disponibiliza, na sede do Moura Lacerda, nos campos Elíseos, uma plataforma de operações de investimentos. A finalidade é educacional e focada em simulações em aplicações na Bolsa de Valores na chamada “Sala do Investidor”. A atividade é aberta a alunos dos cursos de Ciências Econômicas, Administração, Contabilidade e Relações Internacionais.
“O simulador é bem fiel a Bolsa de Valores e possibilita a real visualização das operações. A experiência obtida somará ao meu conhecimento acadêmico e será de grande valor em minha carreira profissional”, disse Casiolato. A cerimônia de premiação foi precedida pela palestra “Perspectivas Econômicas para 2010”, ministrada por Marcos Vinicius Lima, analista da TBC. A atividade abriu, oficialmente, o ano letivo dos cursos de Ciências Econômicas e de Relações Internacionais do Moura Lacerda.

terça-feira, 2 de março de 2010

Formatura dos Alunos da Contábeis


No dia 19 de fevereiro ocorreu no Centro de Convenções de Ribeirão Preto a formatura dos alunos da 69ª Turma de Ciências Contábeis. Na solenidade o Professor Paulo Alencar Lapini representou o Reitor Dr.Glauco Eduardo Pereira Cortez, os Professores Sérgio da S.Ignácio, Helius Bueno do Amaral, Marcelo Henrique Consoli e Emerson Sandro Thomé foram homenageados pelos alunos.
O aluno Ricardo Rocha de Azevedo recebeu o prêmio do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo por ter sido o melhor aluno do curso.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Palestra na Contábeis


Convite aos alunos dos Cursos de Ciências Contábeis e Ciências Econômicas
Palestra: Perspectivas EconômicasAdicionar imagemData: 24.02.2010
Horário l9h15
Local: Auditório Ilka de Moura Lacerda

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010